Startup chilena chega ao Brasil com bioplástico que se degrada em 20 meses

Um dos grandes desafios para reduzir a poluição por resíduos sólidos é substituir os plásticos, principalmente os de uso único. Ao mesmo tempo em que o material permitiu avanços para a qualidade de vida, como na medicina e em utensílios domésticos, a produção desenfreada e sem a destinação adequada após o descarte fez com que ele se tornasse uma praga no meio ambiente. Agora,a startup chilena BioElements quer mudar este cenário. 

 

Fundada em 2014, a BioElements desenvolveu a fórmula de bioplástico batizada de BioE-8, uma resina de base vegetal, com capacidade de degradação em um período de seis a 20 meses. A resina é usada em produtos como sacolas e embalagens, por exemplo, que podem se tornar alternativas mais sustentáveis. Na natureza, o plástico convencional pode levar até 400 anos para se degradar. A empresa atua em oito mercados: Estados Unidos, México, Colômbia, Peru, Chile, Paraguai, El Salvador e, agora, Brasil. 

 

Para 2022, a previsão de faturamento é de US$ 40 milhões, um crescimento de 54% em relação a 2021, quando o faturamento foi de US$ 26 milhões. Os bioplásticos ainda respondem por menos de 1% dos 359 milhões de toneladas de plásticos fabricados anualmente no mundo, segundo a associação European Bioplastics, que representa o setor. 

 

De acordo com o cofundador e CEO da BioElements, Ignacio Parada, a ideia surgiu quando o Chile decidiu proibir o uso de sacolas plásticas. “Meu estalo foi: como pode ser que vão proibir alguma coisa? As proibições no mundo acontecem quando não se tem inovação. Começamos o projeto com uma ideia muito clara de criar um produto biodegradável e não tóxico”, disse. 

 

Um dos pilares da startup é formar parcerias com universidades e instituições de pesquisa. A primeira foi com a Universidade do Chile e, no Brasil, a BioElements conta com o apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Além disso, cinco universidades e um laboratório da América Latina também avaliaram os bioplásticos, assim como o Sistema de Resíduos Orgânicos (OWS) Lab & Consulting da Bélgica.

 

Mesmo entre os produtos biodegradáveis que existem no mercado, há dúvidas quanto às condições necessárias para que o material entre em decomposição e o tempo necessário para isso. “Os testes feitos com a nossa resina comprovaram que o material é degradável com a ação dos fungos presentes em todos os tipos de ambiente, com ou sem oxigênio, e a altas e baixas temperaturas”, afirmou Parada. Além disso, os estudos mostraram que a BioE-8 não deixa resíduos tóxicos no ambiente. 

 

A expansão para o Brasil foi um caminho natural pela posição geográfica e o potencial de mercado. “A ideia é que o Brasil se torne o país mais importante para a BioElements, considerando o interesse que existe pela empresa. Queremos nos tornar um parceiro para a indústria, para o e-commerce e o varejo. Acreditamos que será uma aliança muito boa”, disse. O primeiro cliente no Brasil é o outlet online Privalia, que vende roupas femininas, masculinas e produtos para o lar e de gastronomia, que tem mais de 16 milhões de usuários.

 

De acordo com dados do Banco Mundial, o Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo (atrás apenas de Estados Unidos, China e Índia), com o descarte de quase 80 milhões de toneladas por ano.

 

Fonte: Veja / Agenda Verde

Atualizado em 25 Maio 2022  – Publicado em 25 Maio 2022

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Este curso é recomendado para profissionais da área ambiental, gestores públicos, educadores, ativistas ambientais e todos aqueles interessados ​​em se destacar no mercado sustentável. Se você está em busca de uma formação completa e reconhecida na área de gestão ambiental, o Curso Consultor Lixo Zero é ideal para você.

Um dos grandes desafios enfrentados diariamente por muitas empresas é a gestão de grandes volumes...

CAPAS BLOG

Na última Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal, que aconteceu no dia 20 de...

CARBON Zeros capas blog - 7

A cidade de Florianópolis, famosa por suas praias de águas cristalinas e paisagens naturais preservadas,...

capa_blog_reduzido ACAD

A gestão de resíduos sólidos desempenha um papel fundamental na busca pela sustentabilidade empresarial, pois...

Versao_Menor

O ODS 11, que busca promover cidades sustentáveis e resilientes, destaca a importância da gestão...

Versao_Menor

Poluição plástica Não vamos reciclar a nossa saída da crise da poluição plástica: precisamos de...

Versao_Menor

Incêndio em Teresópolis: lixão está há 28 anos à espera de regulamentação Município aguarda reunião...

Versao_Menor

A ‘economia azul’ é um conceito emergente que incentiva a exploração sustentável, a inovação e...

PALESTRA
Economia Circular e Lixo Zero

A Economia Circular é outra temática muito importante que a Academia Lixo Zero aborda em seus treinamentos e palestras. Ela se baseia na ideia de que os recursos naturais são limitados e, por isso, é fundamental que sejam utilizados de forma mais eficiente e sustentável, evitando o desperdício e a geração excessiva de resíduos.

A Economia Circular propõe um modelo de produção e consumo que busca manter os materiais em uso pelo maior tempo possível, evitando que sejam descartados e transformando-os em novos produtos ou matérias-primas. Isso significa repensar a forma como os produtos são projetados, fabricados, utilizados e descartados, de forma a reduzir a geração de resíduos e a maximizar o valor dos recursos naturais.

A Academia Lixo Zero oferece essa palestra buscando apresentar os conceitos da Economia Circular, suas oportunidades e desafios, bem como exemplos práticos de empresas que estão adotando esse modelo de negócio. Nossa palestra aborda desde a gestão adequada dos resíduos no modelo lixo zero até a implementação de estratégias de economia circular em diferentes setores da economia.

PALESTRA
ESG, ODS e Lixo Zero

A temática ESG tem ganhado cada vez mais destaque no mundo corporativo, uma vez que as empresas têm percebido que seus resultados financeiros e sua reputação estão diretamente relacionados com seu desempenho ambiental, social e de governança.

Por isso, a Academia Lixo Zero busca apresentar conceitos e boas práticas relacionados à gestão ambiental, responsabilidade social e governança corporativa. Nosso objetivo nesta palestra é ajudar as empresas a compreenderem como esses temas se relacionam e como podem ser implementados em suas atividades cotidianas, para que possam gerar um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

Além disso, abordamos também os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que representam um conjunto de metas globais que buscam erradicar a pobreza, proteger o planeta e promover a paz e a prosperidade para todos. Os ODS são uma referência importante para as empresas que desejam adotar práticas sustentáveis e contribuir para o desenvolvimento sustentável global.

PALESTRA
Resíduos, Lixo Zero e Certificação

A Gestão de Resíduos é uma preocupação crescente no mundo moderno, onde a sustentabilidade se tornou um aspecto crucial para a saúde do nosso planeta e o bem-estar das futuras gerações. Visando promover este conceito vital, a palestra “Resíduos, Lixo Zero e Certificação Lixo Zero” foi pensada para atender às necessidades das empresas e organizações que buscam compreender, mas também implementar práticas sustentáveis em sua gestão de resíduos.

O foco principal desta palestra é explorar os fundamentos da gestão de resíduos sob a ótica do Lixo Zero. Ela aborda uma variedade de estratégias eficazes para minimizar a geração de resíduos, destacando a importância da redução na fonte, reutilização e reciclagem. Estas práticas são essenciais não apenas para a redução do impacto ambiental, mas também para a promoção de um estilo de vida e de operações empresariais mais sustentáveis.

Um aspecto chave da palestra é a introdução à Certificação Lixo Zero. Esta seção detalha os critérios necessários para que uma organização seja reconhecida como Lixo Zero, além de discutir os benefícios significativos dessa certificação. Tais benefícios não se limitam apenas a melhorias ambientais, mas também incluem vantagens competitivas no mercado e a valorização da imagem corporativa.