Projeto na Rocinha fabrica skates usando tampinhas plásticas

Criar uma solução local para a gestão de resíduos é um dos grandes propósitos de um projeto em desenvolvimento na comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro. A iniciativa, batizada de Na Laje Designs, começou reaproveitando tampinhas plásticas para a produção de skates.

Ali mesmo, dentro da comunidade, são recolhidas as tampinhas. O material provém de moradores, pescadores e de projetos sociais. Feito à mão, cada skate leva 1,5 kg de tampinhas plásticas em sua composição, o que equivale a cerca de 500 unidades.

Além dos resíduos plásticos, a fabricação dos skates também se dá localmente. Para isso, é utilizado um triturador, forno de pizza industrial, prensa mecânica e um molde. O processo consiste basicamente em coletar o “lixo”, limpar, separar, triturar, derreter e transformar em produto.

Já o eixo e as rodas são comprados no mercado de produção de skates convencionais. Cada skate leva duas horas para ficar pronto, suporta até 115 kg e é vendido por R$ 480 com as rodas ou R$ 260 sem as rodas.

Tendo começado com o skate, a ideia é desenvolver outras peças no futuro. Mais do que isso: reciclar outros materiais, além do plástico, como metal e vidro. Está nos planos também reutilizar redes de pesca.

Para além da reciclagem em si, criar um “centro de educação, inovação e oportunidades para lidar com esta crise de gestão de resíduos” é o maior objetivo, segundo o engenheiro mecânico canadense, Arian Rayegani, idealizador do projeto.

“ESTAMOS DESCENTRALIZANDO A RECICLAGEM E TRAZENDO SOLUÇÕES LOCAIS PARA O PROBLEMA”. Arian Rayegani, engenheiro mecânico.

Rayegani afirma que hoje a Rocinha, com uma população estimada de 150 a 200 mil habitantes, produz 230 toneladas de resíduos por dia.

Inspiração

Para um país que recicla apenas 1,28% do plástico que produz, as chances de resíduos recicláveis terem um destino inadequado – como aterros sanitários – são enormes. Em entrevista à imprensa, o canadense afirmou que o projeto, que teve início em abril de 2021, já evitou que 700 quilos de tampinhas fossem descartados.

O “Na Laje Designs” também atua em sintonia com outras iniciativas locais. São elas: Salvemos São Conrado, Vivendo Um Sonho Surf, Horta na Favela e Família na Mesa.

Saindo dos limites da cidade maravilhosa, o projeto chamou a atenção da prefeitura de João Pessoa, que solicitou a Rayegani a elaboração de um projeto de reciclagem de plástico.

Entre as possibilidades, está a produção de skates em parceria com a secretaria de Juventude, Esporte e Recreação e a produção de bancos de praças a partir de plástico reciclado.

Em ambos os casos, o projeto deve envolver as associações de coleta seletiva apoiadas pela gestão. “Nosso objetivo é ampliar a consciência ambiental das pessoas sobre o consumo e o descarte de plástico”, afirmou Ricardo Veloso, superintendente da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) de João Pessoa.



Via: Ciclo Vivo
Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Este curso é recomendado para profissionais da área ambiental, gestores públicos, educadores, ativistas ambientais e todos aqueles interessados ​​em se destacar no mercado sustentável. Se você está em busca de uma formação completa e reconhecida na área de gestão ambiental, o Curso Consultor Lixo Zero é ideal para você.

Um dos grandes desafios enfrentados diariamente por muitas empresas é a gestão de grandes volumes...

CAPAS BLOG

Na última Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal, que aconteceu no dia 20 de...

CARBON Zeros capas blog - 7

A cidade de Florianópolis, famosa por suas praias de águas cristalinas e paisagens naturais preservadas,...

capa_blog_reduzido ACAD

A gestão de resíduos sólidos desempenha um papel fundamental na busca pela sustentabilidade empresarial, pois...

Versao_Menor

O ODS 11, que busca promover cidades sustentáveis e resilientes, destaca a importância da gestão...

Versao_Menor

Poluição plástica Não vamos reciclar a nossa saída da crise da poluição plástica: precisamos de...

Versao_Menor

Incêndio em Teresópolis: lixão está há 28 anos à espera de regulamentação Município aguarda reunião...

Versao_Menor

A ‘economia azul’ é um conceito emergente que incentiva a exploração sustentável, a inovação e...

PALESTRA
Economia Circular e Lixo Zero

A Economia Circular é outra temática muito importante que a Academia Lixo Zero aborda em seus treinamentos e palestras. Ela se baseia na ideia de que os recursos naturais são limitados e, por isso, é fundamental que sejam utilizados de forma mais eficiente e sustentável, evitando o desperdício e a geração excessiva de resíduos.

A Economia Circular propõe um modelo de produção e consumo que busca manter os materiais em uso pelo maior tempo possível, evitando que sejam descartados e transformando-os em novos produtos ou matérias-primas. Isso significa repensar a forma como os produtos são projetados, fabricados, utilizados e descartados, de forma a reduzir a geração de resíduos e a maximizar o valor dos recursos naturais.

A Academia Lixo Zero oferece essa palestra buscando apresentar os conceitos da Economia Circular, suas oportunidades e desafios, bem como exemplos práticos de empresas que estão adotando esse modelo de negócio. Nossa palestra aborda desde a gestão adequada dos resíduos no modelo lixo zero até a implementação de estratégias de economia circular em diferentes setores da economia.

PALESTRA
ESG, ODS e Lixo Zero

A temática ESG tem ganhado cada vez mais destaque no mundo corporativo, uma vez que as empresas têm percebido que seus resultados financeiros e sua reputação estão diretamente relacionados com seu desempenho ambiental, social e de governança.

Por isso, a Academia Lixo Zero busca apresentar conceitos e boas práticas relacionados à gestão ambiental, responsabilidade social e governança corporativa. Nosso objetivo nesta palestra é ajudar as empresas a compreenderem como esses temas se relacionam e como podem ser implementados em suas atividades cotidianas, para que possam gerar um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

Além disso, abordamos também os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que representam um conjunto de metas globais que buscam erradicar a pobreza, proteger o planeta e promover a paz e a prosperidade para todos. Os ODS são uma referência importante para as empresas que desejam adotar práticas sustentáveis e contribuir para o desenvolvimento sustentável global.

PALESTRA
Resíduos, Lixo Zero e Certificação

A Gestão de Resíduos é uma preocupação crescente no mundo moderno, onde a sustentabilidade se tornou um aspecto crucial para a saúde do nosso planeta e o bem-estar das futuras gerações. Visando promover este conceito vital, a palestra “Resíduos, Lixo Zero e Certificação Lixo Zero” foi pensada para atender às necessidades das empresas e organizações que buscam compreender, mas também implementar práticas sustentáveis em sua gestão de resíduos.

O foco principal desta palestra é explorar os fundamentos da gestão de resíduos sob a ótica do Lixo Zero. Ela aborda uma variedade de estratégias eficazes para minimizar a geração de resíduos, destacando a importância da redução na fonte, reutilização e reciclagem. Estas práticas são essenciais não apenas para a redução do impacto ambiental, mas também para a promoção de um estilo de vida e de operações empresariais mais sustentáveis.

Um aspecto chave da palestra é a introdução à Certificação Lixo Zero. Esta seção detalha os critérios necessários para que uma organização seja reconhecida como Lixo Zero, além de discutir os benefícios significativos dessa certificação. Tais benefícios não se limitam apenas a melhorias ambientais, mas também incluem vantagens competitivas no mercado e a valorização da imagem corporativa.